MENSAGENS PARA A GERAÇÃO DOS ÚLTIMOS DIAS

Veja ao Lado Blogs que Recomendo

MAIS UMA VEZ: QUEM É A GRANDE BABILÔNIA?

Resumindo:

As profecias do Apocalipse não se referem a pequenos fatos, grupos isolados, seitas cristãs; elas se referem a macros acontecimentos da História da humanidade.

Resumo em 7 pontos:

1- Grande Babilônia é o Planeta Terra (ISTO É, todos os seus sistemas políticos, religiosos, democracia, capitalismo, humanismo, consumismo); uma verdadeira Babel, uma verdadeira Jericó.

2- As antigas cidades de Babel ou Babilônia, Jericó e Roma simbolizam o Planeta Terra e não a Igreja Católica ou a cidade de Jerusalém.

3- Os Sete Montes são os Sete Continentes da Terra, onde se assenta a Grande Babilônia simbólica. [NÃO É CONTRADIÇÃO ISSO QUE AFIRMEI. COMPREENDERÁ QUEM FOR MUITO ENTENDIDO. “PLANETA TERRA”, QUE ME REFIRO, NÃO É UM TERMO LITERAL].

4- A Primeira Besta (que saiu das águas do dilúvio ou do Mar Mediterrâneo) tem 7 cabeças – que são os reinos que governaram a Terra a partir de Ninrode (Torre de Babel) -, e representam os 7 reinos que governaram e governarão a Terra, até que se cumpram os planos de Deus com relação à humanidade decaída. A sexta cabeça foi o Império Romano do Ocidente que, após a sua queda no ano 476 d.C, se fragmentou em 10 nações europeias.

5- A Segunda Besta é os EUA – que surgiu da terra (a Nova Terra, América) -, onde está o trono da Besta (Sede da ONU) e o World Trade Center (Centro Financeiro Mundial) que foi posto abaixo pelos terroristas muçulmanos. A Segunda Besta é o Falso Profeta, porque propaga a Democracia e o Capitalismo como solução para os problemas da humanidade. Ela, através da ONU, tenta implantar esse Sistema (Democracia) em todos os países da Terra, juntamente com o nefasto Sistema Capitalista.

6- O Sétimo Reino na Terra não pode ser governo humano, porque 7 é o Número Perfeito, o Número que está relacionado aos planos de Deus. O próximo Governo Mundial será o 7º Reino, o Governo de Cristo, com os Judeus. Após o 7ª Reino, que durará Mil Anos, é que virá o 8º Reino, que é dos sete, isto é, que é parte das 7 cabeças da primeira Besta. Entenda: o 8º Reino é a sétima cabeça da primeira Besta. Entendeu agora?

7- Em breve Israel será invadido, para que se cumpram as profecias de Ezequiel 39, dando início a primeira Batalha do Armagedom. Só que desta vez o Irã não utilizará a bomba atômica para atacar Israel. Após Israel fazer um ataque preventivo contra as usinas nucleares do Irã, o exército iraniano invadirá Israel e virão como gafanhotos sobre a Terra; e os palestinos, o Líbano, a Síria e o Egito também se
juntarão aos iranianos. Os EUA, a Grã-Bretanha e a França estarão de mãos atadas e não poderão fazer nada pra defender Israel, por temer retaliação da China e da Rússia. A maioria dos judeus fugirá para outros países, e os árabes, palestinos, iranianos, Egito, Síria e Líbano saquearão as cidades e levarão os despojos; invadirão o Monte do Templo e lá assentarão uma abominação. Depois de um tempo a ONU (ou um plano da parte de Deus) intervirá e fará com que os Judeus retornem ao País e tomem posse de Israel e da Cidade de Jerusalém e do Monte do Templo. Se isso for um plano de Deus aplicado indiretamente, creio que Israel fará ALGO ESPANTOSO, para que possa retomar a nação, ser respeitado por todos os países e ditar leis sobre a Terra durante mil anos. Acredito que isso se dará em relação a Economia, pois os judeus são donos da maior parte das riquezas do mundo; eles mandam na maior parte de todo o dinheiro que circula na Terra. Li um livro (que não me recordo o nome) que em tempos remotos, quando a Europa vivia em crise no século XIX, o Rei de Portugal tomou emprestado grande quantia em dinheiro dos judeus ricos e abastados que lá viviam, para livrar o país da decadência econômica. E isso vem acontecendo até hoje. Podemos dizer que os judeus são donos dos maiores bancos do mundo. Sendo assim, todos os países europeus e ocidentais se tornarão reféns dos banqueiros judeus. Talvez a Rússia, a China e os países árabes não tenham tanta interferência por parte dos banqueiros judeus. A profecia que trata sobre o futuro Reino de Cristo com os judeus aqui na Terra, do profeta Zacarias, diz que, durante o Reino Milenar, todas as nações da Terra pagarão tributos a Israel e a ela (Jerusalém) trarão as riquezas em prata e ouro para depositar no Santo Templo. Durante o Reino Milenar de Cristo, as nações inimigas de Israel maquinarão um plano para atacar e destruir Israel e o seu Cristo, e tomar o poder na Terra. Elas tomarão  o poder na Terra por um breve período de tempo (porque vai-se para a perdição), então, é aí que se dará a verdadeira Batalha do Armagedom, quando arquitetarem um ataque final contra Israel, para destruir de vez essa nação. Nesse momento é que serão usadas bombas atômicas para atacar Israel; mas o feitiço virará contra o próprio feiticeiro, porque Deus intervirá e salvará Israel e as nações reunidas aos milhões no Vale da Decisão, nas planícies de Megiddo, no Iraque, se autodestruirão, e os anjos terminarão de fazer o estrago, porque fogo descerá do Céu.

A Grande Babilônia pegando fogo e sendo destruída, descrita no cap. 18 de Apocalipse, representa o Planeta Terra sendo destruído, e todos os seus sistemas.

Espero ter sido claro.

***********************
Falou e disse Miquels7

***********************

1 Depois destas coisas vi descer do céu outro anjo que tinha grande autoridade, e a terra foi iluminada com a sua glória.
2 E ele clamou com voz forte, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e guarida de todo espírito imundo, e guarida de toda ave imunda e detestável.
3 Porque todas as nações têm bebido do vinho da ira da sua prostituição, e os reis da terra se prostituíram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias.
4 Ouvi outra voz do céu dizer: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.
5 Porque os seus pecados se acumularam até o céu, e Deus se lembrou das iniqüidades dela.
6 Tornai a dar-lhe como também ela vos tem dado, e retribuí-lhe em dobro conforme as suas obras; no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ela em dobro.
7 Quanto ela se glorificou, e em delícias esteve, tanto lhe dai de tormento e de pranto; pois que ela diz em seu coração: Estou assentada como rainha, e não sou viúva, e de modo algum verei o pranto.
8 Por isso, num mesmo dia virão as suas pragas, a morte, e o pranto, e a fome; e será consumida no fogo; porque forte é o Senhor Deus que a julga.
9 E os reis da terra, que com ela se prostituíram e viveram em delícias, sobre ela chorarão e prantearão, quando virem a fumaça do seu incêndio;
10 e, estando de longe por medo do tormento dela, dirão: Ai! ai da grande cidade, Babilônia, a cidade forte! pois numa só hora veio o teu julgamento.
11 E sobre ela choram e lamentam os mercadores da terra; porque ninguém compra mais as suas mercadorias:
12 mercadorias de ouro, de prata, de pedras preciosas, de pérolas, de linho fino, de púrpura, de seda e de escarlata; e toda espécie de madeira odorífera, e todo objeto de marfim, de madeira preciosíssima, de bronze, de ferro e de mármore;
13 e canela, especiarias, perfume, mirra e incenso; e vinho, azeite, flor de farinha e trigo; e gado, ovelhas, cavalos e carros; e escravos, e até almas de homens.
14 Também os frutos que a tua alma cobiçava foram-se de ti; e todas as coisas delicadas e suntuosas se foram de ti, e nunca mais se acharão.
15 Os mercadores destas coisas, que por ela se enriqueceram, ficarão de longe por medo do tormento dela, chorando e lamentando,
16 dizendo: Ai! ai da grande cidade, da que estava vestida de linho fino, de púrpura, de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas, e pérolas! porque numa só hora foram assoladas tantas riquezas.
17 E todo piloto, e todo o que navega para qualquer porto e todos os marinheiros, e todos os que trabalham no mar se puseram de longe;
18 e, contemplando a fumaça do incêndio dela, clamavam: Que cidade é semelhante a esta grande cidade?
19 E lançaram pó sobre as suas cabeças, e clamavam, chorando e lamentando, dizendo: Ai! ai da grande cidade, na qual todos os que tinham naus no mar se enriqueceram em razão da sua opulência! porque numa só hora foi assolada.
20 Exulta sobre ela, ó céu, e vós, santos e apóstolos e profetas; porque Deus vindicou a vossa causa contra ela.
21 Um forte anjo levantou uma pedra, qual uma grande mó, e lançou-a no mar, dizendo: Com igual ímpeto será lançada Babilônia, a grande cidade, e nunca mais será achada.
22 E em ti não se ouvirá mais o som de harpistas, de músicos, de flautistas e de trombeteiros; e nenhum artífice de arte alguma se achará mais em ti; e em ti não mais se ouvirá ruído de mó;
23 e luz de candeia não mais brilhará em ti, e voz de noivo e de noiva não mais em ti se ouvirá; porque os teus mercadores eram os grandes da terra; porque todas as nações foram enganadas pelas tuas feitiçarias.
24 E nela se achou o sangue dos profetas, e dos santos, e de todos os que foram mortos na terra.

09/03/2013 Posted by | CASOS POLEMICOS, ESCATOLOGIA BÍBLICA, ESTUDOS BÍBLICOS | , , | Deixe um comentário

O OITAVO REI DO APOCALIPSE, SEGUNDO PR. LAURO HENCHEN

    **********************************************************
    ULTIMAMENTE, TEM SURGIDO NA INTERNET MUITOS FILÓSOFOS AMADORES, SÁBIOS, PSEUDOSÁBIOS, APOLOGETAS, INTÉRPRETES DA BÍBLIA, ESTUDANTES DE ESCATOLOGIA, TEÓLOGOS AMADORES, CADA UM DEMONSTRANDO SER MAIS ENTENDIDO QUE O OUTRO.
    ATÉ CERTO PONTO, ISSO É SAUDÁVEL, JÁ QUE VIVEMOS NUM AMBIENTE DEMOCRÁTICO, ONDE É LIVRE A EXPRESSÃO DO PENSAMENTO, SENDO VEDADO O ANONIMATO.
    DE TANTOS PENSAMENTOS, DE TANTOS DEBATES, DE TANTAS IDÉIAS GENIAIS E INÉDITAS, OS ESTUDANTES DE ESCATOLOGIA E ASSUNTOS POLÊMICOS DA BÍBLIA PODEM TIRAR PROVEITO DAQUILO QUE É ÚTIL, E MONTAR ESTUDOS MAIS PROFUNDOS E ABRANGENTES.
    ESTE ASSUNTO QUE POSTO AQUI É MAIS UM DOS MUITOS QUE TEM SURGIDO NA GRANDE REDE. A INTERNET TEM CONTRIBUIDO MUITO COMO FONTE DE INFORMAÇÃO E DE IDÉIAS NOVAS. ALGUMAS PESSOAS TEM IDÉIAS GENIAIS, MAS NÃO CONSEGUEM SE APROFUNDAR NO ASSUNTO E NÃO FAZEM UMA CONCLUSÃO SEGURA. AÍ VEM UM ESPERTO, PEGA A IDÉIA DO OUTRO E APROFUNDA O CONHECIMENTO.
    A INTERNET ESTÁ CHEIA DE LADRÕES DE IDÉIAS GENIAIS. NO BLOG, SEMPRE QUE PUBLICO ESTUDOS, PROCURO CITAR OS AUTORES E AS FONTES DOS PENSAMENTOS QUE INCLUO NOS MEUS TEXTOS.
    OS ESTUDANTES DA BÍBLIA DEVEM ENTENDER QUE O LIVRO DO APOCALIPSE É UM TRATADO PROFÉTICO EM ESCALA GLOBAL COM A HUMANIDADE. NÃO TENTE ACHAR PARTICULARIDADES NO APOCALIPSE, COMO POR EXEMPLO, ACHAR QUE A SUA DENOMINAÇÃO RELIGIOSA É UMA DAS SETE IGREJAS DA ÁSIA, RETRATADAS NO CAPÍTULO 2, OU QUE SOMENTE OS CRENTES DA SUA IGREJA SERÃO ARREBATADOS, PORQUE SE JULGAM SER A IGREJA DE FILADÉLFIA. POR FAVOR, ENTENDAM QUE AS CIDADES DE BABILÔNIA, EGITO, JERICÓ, ROMA, SÃO SÍMBOLOS DO MUNDO CORROMPIDO. BABILÔNIA NÃO REPRESENTA IGREJA A OU B. REPRESENTA TODO O SISTEMA SOCIAL, COMERCIAL E RELIGIOSO DO MUNDO. OS SETE MONTES ONDE A BESTA (GOVERNOS HUMANOS) DOMINA, SÃO OS SETE CONTINENTES DA TERRA; EM OUTRO SENTIDO, TAMBÉM SÃO SETE REINOS OU IMPÉRIOS. A MULHER SENTADA SOBRE A BESTA COR DE ESCARLATA É A GRANDE CIDADE (ROMA, BABILÔNIA, JERICÓ, EGITO), OU SEJA, É O MUNDO E TODO O SEU SISTEMA DE CORRUPÇÃO E REBELDIA CONTRA DEUS.
    JÁ MOSTREI AQUI NESTE BLOG QUE A IGREJA CATÓLICA (ICAR) NÃO É A GRANDE BABILÔNIA, NEM O PAPA PODE SER A BESTA DO APOCALIPSE.
    VOU REPETIR: SE A ICAR É A GRANDE BABILÔNIA E O PAPA É A BESTA DO APOCALIPSE, ENTÃO TODOS OS PROTESTANTES ESTÃO LASCADOS E PERDIDOS, POIS SÃO FILHOS DA “PROSTITUTA”, POIS DE LÁ SAIRAM, QUANDO MARTINHO LUTERO FEZ A REFORMA PROTESTANTE. A ICAR É A PRINCIPAL REPRESENTANTE DO CRISTIANISMO NA TERRA. SE ELA É A GRANDE BABILÔNIA, ENTÃO O CRISTIANISMO É UMA RELIGIÃO FALSA, O NOVO TESTAMENTO É FALSO, POIS FOI ORGANIZADO, GUARDADO E TRANSMITIDO AO MUNDO PELA ICAR. ALÉM DE TUDO, QUEM ELEVOU JESUS À CATEGORIA DE DIVINDADE, PASSANDO A SER ADORADO COMO DEUS, FOI A IGREJA CATÓLICA, NO TEMPO DO IMPERADOR CONSTANTINO, QUANDO A IGREJA SE UNIU AO ESTADO ROMANO. QUEM DEFINIU OU TRANSLITEROU O NOME “JESUS” PARA O LATIM E O PORTUGUÊS FORAM OS PADRES DA ICAR. O JESUS QUE A ICAR DIVULGA AO MUNDO É O MESMO JESUS DO NOVO TESTAMENTO PREGADO PELOS PROTESTANTES. SE A ICAR É FALSA, O JESUS QUE ELA PREGA É FALSO, E OS PROTESTANTES SÃO TODOS BURROS. 
    EM APOCALIPSE 17:1 E 15 DIZ-SE QUE A MULHER, A PROSTITUTA, GRANDE BABILÔNIA, ESTÁ ASSENTADA SOBRE MUITAS ÁGUAS. E NA INTERPRETAÇÃO, “ÁGUAS” SIGNIFICA POVOS, LÍNGUAS E NAÇÕES. MAIS NA FRENTE, NO VERSÍCULO 3, SE DIZ QUE A MULHER (GRANDE BABILÔNIA) ESTÁ ASSENTADA SOBRE UMA BESTA COR DE ESCARLATA. LOGO, SERÁ QUE A “BESTA” SÃO OS HABITANTES DA TERRA? NÃO. CLARO QUE NÃO. O TEXTO APOCALÍTICO TEM DUPLO SENTIDO, DUPLA SIGNIFICAÇÃO. JAMAIS PODE SER INTERPRETADO LITERALMENTE.
    “Disse-me ainda: As águas que viste (A BESTA), onde se assenta a prostituta, são povos, multidões, nações e línguas”.
    A PROVA DE QUE A ICAR NÃO É A GRANDE BABILÔNIA ESTÁ NO CAP. 18:24.
    “E nela (BABILÔNIA) se achou o sangue dos profetas, e dos santos, e de todos os que foram mortos na Terra”.
    JAMAIS UM TEÓLOGO EM SÃ CONSCIÊNCIA IRÁ CONCORDAR QUE A ICAR É CULPADA POR TODOS OS QUE FORAM MORTOS NA TERRA.
    .
    O AUTOR DESTE ESTUDO QUE PUBLICO AQUI É O PR. LAURO HENCHEN, BACHAREL EM TEOLOGIA PELO STBOB, E PASTOR PELA CONVENÇÃO BATISTA NACIONAL. SEGUNDO O PERFIL NO SITE, ELE É OFICIAL (TENENTE) DO EXÉRCITO BRASILEIRO, É FORMADO EM ENGENHARIA CIVIL PELA UFMS.
    ELE DIZ TER PUBLICADO UM LIVRO INTITULADO “A BESTA E A BABILÔNIA APOCALIPTICAS”, ONDE FEZ UM ESTUDO DETALHADO DO ASSUNTO.SOBRE O ESTUDO ESCATOLÓGICO EM QUESTÃO, TRANSCREVO APENAS AS PARTES PERTINENTES, POIS OS TEXTOS QUE O AUTOR ESCREVE SÃO MUITOS EXTENSOS E TEM MUITOS ARRODEIOS. ALÉM DO MAIS, O CARA TEM UMA PACIÊNCIA DE JÓ, POIS O TEXTO É TODO COLORIDO.

    DETALHE: O AUTOR DO TEXTO, ABAIXO, SEGUE NA LINHA DE INTERPRETAÇÃO MAIS COERENTE E CORRETA, COMO DEVE SER INTERPRETADO O APOCALIPSE. PORÉM, NÃO COMPACTUO COM SUAS CONCLUSÕES. EU TAMBÉM INTERPRETO POR ESSA MESMA LINHA DE PENSAMENTO, MAS MINHAS CONCLUSÕES SÃO DIVERGENTES DAS DESTE AUTOR.

    NO ENTANTO, A LINHA DE INTERPRETAÇÃO TRAÇADA POR ESTE AUTOR PODE SER DE GRANDE PROVEITO PARA OS ESTUDANTES DE ESCATOLOGIA.
    ***********************************************************

    FONTE: PR. LAURO HENCHEN – O OITAVO REI

    O Oitavo Rei do Apocalipse – A Besta Apocalíptica

    Este assunto está comprovado por cientistas como Sir Isaac NEWTON, ciências como: História Geral, Geografia e Matemática. Está devida e incontestavelmente provado pela Bíblia. Por estar tudo provado posso ser ousado em desafiar toda a humanidade a contestá-lo.

    Sugiro ao leitor copiar agora mesmo, imediatamente, todo este blog com seus quatro assuntos no Word, porque não se sabe o que acontecerá amanhã: “Sede sóbrios; vigiai; porque o Diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar.” (I Pedro 5:8). O Diabo deve estar muito furioso com este blog e como o planeta Terra está no poder de Satanás, conforme Lucas 4:5-6, é bom ficar bem esperto!

    Este Ministro do Evangelho teve a horna de receber a homenagem: “Conselheiro Federal – 2010″ a nível internacional, pelo Conselho Federal de Pastor, por causa deste blog e do livro: A Besta e a Babilônia Apocalípticas.

    Depois que Deus usa um de Seus servos (que foi o único acadêmico da turma e o segundo em décadas de anos a obter nota máxima 10 na Monografia final do curso superior de Bacharel em Teologia) na revelação de mistérios as pessoas se perguntam: Por que eu mesmo não tive essa idéia? Como estava tão fácil “debaixo do meu nariz” e eu não percebia! Deus só revela os Seus mistérios mais importantes aos Seus filhos que tem maior credibilidade e entendimento, que, acredito, já receberam tal missão mesmo desde antes de serem gerados no ventre de sua mãe.

    Por exemplo, Apocalipse 13:18 diz assim: “Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de HOMEM. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis.” (Grifo meu). Após escrever meu livro sobre: “A Besta e a Babilônia Apocalípticas” (de cujo título solicitei a marca registrada no INPI pelo Processo nº 901029122, e tenho direitos autorais sobre o livro junto à Fundação Biblioteca Nacional do Ministério da Cultura), em cujo livro já escrevi sobre o oitavo rei do Apocalipse, nosso Deus continuava me despertando do sono várias noites e o Espírito Santo me conscientizava de que deveria estudar mais a fundo sobre o 8º rei de Apocalipse 17:11.

    Este versículo diz assim: “E a besta que era e não é, também é ele, o oitavo rei, e procede dos sete, e caminha para a destruição.” (Grifo meu). Qualquer pessoa atenta percebe facilmente que a besta do Apocalipse é o 8º rei. Assim ficou bem fácil de descobrir quem é a monstruosa besta do Apocalipse: é só descobrir quem é o tal 8º rei! Basta estudar História Geral. Tão simples, não é mesmo?

    Primeiramente deve ficar gravado na mente do caro leitor que a famosa besta do Apocalipse é o tal 8º rei. Em segundo lugar quero apelar para a sabedoria do leitor: pergunto se acaso conhece, em toda a História humana, alguma máquina como computador, algum sistema como televisão ou Internet, alguma mulher, etc. que seja REI (se fosse mulher seria rainha). Portanto o 8º rei (a satânica besta do Apocalipse no comando da meretriz Babilônia) é um IMPÉRIO MUNDIAL: povos, multidões, nações e línguas (Apocalipse 17:15) comandado por HOMENS (do sexo masculino) como está claro em Apocalipse 13:18, isto é, na realidade besta apocalíptica é cada um dos vários HOMENS que comanda, por sua vez, o tal oitavo império mundial. Somente um real, carnal, HOMEM é que pode ser REI no planeta Terra.

    E sobre a Babilônia do Apocalipse é preciso antecipar ao leitor que ela jamais poderá ser confundida com a extinta real cidade de Babilônia física da antiguidade, capital do Império Babilônico. Deixa-me muito triste e indignado deparar com revistas internacionais defendendo a absurda idéia de suposta reconstrução daquela extinta cidade. Mesmo que tal extinta cidade viesse a ser reconstruída, contrariando vários textos bíblicos (exemplo: Isaías 13:20; Jeremias 51:26, etc.), jamais seria a Babilônia fictícia, simbólica, mística, do livro de Apocalipse da Bíblia.

    Creio que o leitor estudou a conjugação de verbos em livros de gramática da lingua portuguesa. E por isto o convido a fazer a interpretação do texto de Apocalipse 17:18 sobre a Babilônia: “E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.” Tanto o verbo ser (é) como o verbo reinar (reina) estão conjugados no presente do indicativo. Assim está claro que a Babilônia espiritual do mal, apenas simbólica, fictícia, apocalíptica, estava existindo e dominando o mundo no ano 96 d.C. enquanto a real Babilônia física, capital do Império Babilônico, se extinguiu com Alexandre Magno em 323 a.C. Portanto, sem chance de contestação, a satânica Babilônia simbólica, fictícia, figurada, apocalíptica, em 95/96 d.C. (anos da escrita do Apocalipse) era a cidade de Roma.

    Porém a maior prova do cúmulo de absurdo na hipótese de ser a real extinta cidade de Babilônia supostamente a ser reconstruída está em Apocalipse 17:9 onde diz que a simbólica, fictícia cidade Babilônia apocalíptica está construída (assentada) sobre 7 (sete) montes. Enquanto a real extinta cidade de Babilônia nunca teve e nunca teria nada a ver com sete montes, já a cidade de Roma se orgulha de ser a idolatrada (adorada) e famosa “Cidade das Sete Colinas“. Veremos que hoje Babilônia apocalíptica não é somente Roma, mas principalmente uma entidade que domina o mundo todo.

    Se o apóstolo João, do livro de Apocalipse, tivesse usado diretamente o nome de Roma, naquela época, teriam-no matado as autoridades romanas e queimado o livro de Apocalipse. João não viu outra saída senão a de substituir a palavra Roma por Babilônia citando uma Babilônia fictícia, simbólica, aproveitando-se do nome e em comparação com a real Babilônia, capital do extinto Império Babilônico, onde na antiguidade foram criadas todas as idolatrias mundiais através da rainha Semaris, ex-esposa de Ninrode, algum tempo após o Dilúvio, quando já havia grande coligação de povos, perto do local e época da Torre de Babel. Ler as provas no meu livro: “A Besta e a Babilônia Apocalípticas”.

    Por três ou quatro noites, durante sono profundo, cerca de duas horas da madrugada, eu era acordado com a idéia de que deveria estudar mais a fundo sobre o 8º rei do Apocalipse (atuação do Espírito Santo). Eu pensava: já escrevi sobre isto no livro, e voltava a dormir. Porém na última noite veio um esquema de palavras e temas chaves que eu deveria estudar. Então percebi que era ordem de Deus e que eu tinha que obedecer: levantei para ir ao Escritório.

    Mas então minha esposa também acordou e pediu-me que continuasse deitado com ela. Pensei: não adiantaria dizer a ela que recebi ordem de Deus e então perguntei se ela teria alguma caneta no quarto fim eu anotar os assuntos chaves a pesquisar. Anotei tudo num papel mas não consegui mais dormir. Assim que minha esposa voltou a dormir sono pesado fui ao Escritório e eis a seguir o estudo dado pelo próprio Deus como privilégio ao caro leitor.

    Voltando ao Apocalipse, lendo-se os versículos 9, 10 e 11 do capítulo 17 de Apocalipse temos que o mundo iria ser governado por 7 (sete) impérios mundiais (reis) no total. Também diz que 5 (cinco) deles já tinham caído no ano 96 d.C. quando foi escrito o Apocalipse, que foram: Egito, Assíria, Babilônia, Média-Pérsia e Macedônia (Grécia). O 6º rei (império mundial) estava existindo em 96 d.C. e que foi o Império Romano. E o 7º império mundial ainda seria algo do futuro de então. E afirma taxativamente que dentro dos sete reis (impérios) iria nascer um 8º rei. Isto somente tem uma única, exclusiva e obrigatória solução do ponto de vista da História Geral: o 8º rei seria o mesmo 7º rei cumulativamente (ao mesmo tempo). Um só homem de cada vez iria desempenhar ao mesmo tempo as duas funções: 7º e 8º reis (impérios) cumulativamente.

    Atualmente recebo revista internacional onde lamentavelmente ainda consideram o assunto sobre a besta apocalíptica do mar como sendo tudo somente ainda algo para nosso futuro. Vou transcrever novamente Apoc. 17:11 para o leitor fazer sua própria interpretação de leitura: “E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.” Está claro que a besta do mar já existia (era) mesmo antes de ser escrito o Apocalipse. E vou transcrever parte de Apoc. 17:10 sobre as sete cabeças da besta: “E são bambém sete reis: cinco já caíram, e um existe; outro ainda não é vindo ...” Está claro que cinco reis (impérios mundiais) já eram coisa do passado em 95/96 d.C. Que 6º rei (império mundial) estava existindo e o 7º ainda seria algo do fruturo de então.

    E qualquer pessoa atenta já podia desconfiar que neste versículo a palavra rei é figurada representando império mundial porque existiram impérios com dezenas de reis, sucessivos e até ao mesmo tempo (reis de vários países integrantes do mesmo império mundial). O próprio livro de Daniel já define como sendo impérios mundiais, citando até nomes de impérios, confirmados pela História Geral, Geografia, Arqueologia, etc.

    Há uma ou mais possíveis razões para tal errado comportamento dessas revistas internacionais: 1) Seus redatores são covardes para escrever as verdades “nuas e cruas”; 2) Ou são cúmplices da besta e da Babilônia apocalípticas; 3) Ou estão sendo ameaçados para ocultar a verdade; 4) Ou estão sendo pagos (corrompidos) para mentir; 5) Ou são “masoquistas” não voltando atrás para não admitirem que estão errados (talvez pensando que estão certos), e com isto estão prejudicando vidas; 6) Ou são tão néscios a ponto de se meterem, sem estudar, em coisas que não entendem, e tão incompetentes de não saberem fazer interpretação de leitura. O leitor já deve ter percebido que muitíssima falsa literatura mundial precisa ser reciclada como papel, para melhor destinação.

    Estudando-se as profecias de Daniel interpretadas pelo gênio Sir Isaac NEWTON (um famoso teólogo e também um dos maiores cientistas de todos os tempos em muitas áreas, principalmente nas ciências Física e Matemática) sobre os 10 chifres (povos, reinos menores) do 4º animal, que surgiriam com a futura queda de então, do Império Romano do Ocidente (o que realmente ocorreu no ano de 455 d.C.), de cujos 10 chifres, ainda mais no futuro de então, seriam arrancados 3 deles enquanto nasceria um 11º chifre, cujas profecias já se cumpriram exata e integralmente, o que foi muito bem provado anteriormente neste livro, percebemos que o tal 11º chifre do 4º animal, de Daniel 7:7-8, é o mesmo 8º rei espiritual (besta) de Ap. 17:11, conforme previu o rei franco-romano Carlos Magno, em remorso, minutos antes de morrer. Cujas provas estão neste livro: A Besta e a Babilônia Apocalípticas.

    As mesmas revistas internacionais que hoje defendem a absurda idéia de ser a Babilônia fictícia, simbólica, apocalíptica, a mesma extinta real cidade de Babilônia supostamente a ser reconstruída, no passado também defendiam a ridícula idéia de serem os 10 chifres (povos, reinos menores) dos livros de Daniel e Apocalipse, no futuro de então, as 10 nações da Comunidade Econômica Européia daquela época, hoje União Européia. Portanto, rejeitavam arrogantemente as descobertas escatológicas do gênio teólogo e cientista Newton. Enquanto as profecias sobre os 10 chifres e mais o 11º se cumpriram exata e totalmente entre os anos 455 d.C. e 774 d.C., já hoje a União Européia tem mais de 25 países, provando o ridículo das teorias de tais revistas internacionais.

    O 7º império mundial que a História Geral registra foi o Sacro Império Romano-Germânico sob comando geral dos “papas” de Roma, e que teve início em abril de 774 d.C. com o “papa” Adriano I, conforme o escritor italiano Taglialatela estudado anteriormente neste livro. Qualquer pessoa atenta já podia desconfiar do próprio nome de tal império: ele traz a palavra Sacro, que quer dizer supostamente sagrado, religioso, espiritual.

    Aproveite para saber como se criou a prostituta Babilônia ao longo dos milênios, digitando no Google diretamente o assunto: ESTUDOS APOLOGÉTICOS: A ORIGEM DO CATOLICISMO ROMANO. Todo humano está sujeito a erros nas escolhas. Mas o triste é se deparar com “masoquistas” sabendo que estão no mau caminho e não mudam de rumo, como se gostassem de sofrer e de serem enganados.

    O leitor sabia que mesmo aqui no Brasil (nordeste), no Monte do Galo em Carnaúba dos Dantas – RN, os católicos adoram e rezam para uma estátua de galo (ave galinácea) por acreditarem numa lenda local? Acreditar na lenda da Senhora Aparecida (“apareceu” como e onde? Tente descobrir a real história porque dá pena da ingenuidade do povo brasileiro) e rezar para ela já é muita cegueira espiritual. Imagine o ridículo em acreditar e rezar para uma estátua de galo! Sabia que o “papa” Paulo VI, antes de ser “papa”, quando ainda era Giovanni Martini, foi cúmplice do Holocausto de judeus, e que o “papa” Pio XII foi colaborador do genocida Adolf Hitler no extermínio de judeus no Holocausto da 2ª Guerra Mundial?

    Sabia que a Igreja Católica Apostólica Romana, até bem recentemente na História, considerava mulheres, índios e negros como animais sem alma? Uma tremenda discriminação mundial.

    Os próprios jesuítas, que sempre foram adorados como santos e bajulados por “masoquistas”, ingênuos, incautos, excluíam os negros da educação e da catequese por considerá-los como gente sem alma. Isto é, para o clero católico romano os negros tinham que ficar analfabetos e não tinham direito à salvação em Cristo, por supostamente não terem alma.

    Repetindo, os negros eram marcados com ferro quente pela Igreja Católica Apostólica Romana como se fossem gado de fazendas, com uma grande diferença: bois e vacas tem camada grossa de pelos e só são queimados os seus pelos, enquanto os negros eram queimados na carne. Muito doído, não é mesmo?

    Voltando ao assunto do 7º Império Mundial: civil, militar, social, político e economicamente os sétimos reis (imperadores) mundiais foram “papas” da Igreja Católica Apostólica Romana. Mas paralelamente ao 7º rei (império mundial) os “papas” também comandaram um império espiritual mundial satânico (besta), previsto pela Bíblia e pelo rei Carlos Magno, como sendo o 8º (oitavo) rei (imperador) de Apocalipse 17:11 e o 11º chifre do 4º animal descrito em Daniel 7:7-8. Que hoje ainda é um império mundial diferente, terrivelmente idólatra como descreve a Bíblia, comandando a prostituta Babilônia, que é a igreja apóstata, idólatra e impostora (que usurpou, indevidamente, o lugar da Igreja pura, primitiva de Cristo e dos apóstolos).

    Assim está provado, de todas as maneiras, que os 7º e 8º reis (imperadores) mundiais foram os “papas” católicos romanos e, portanto, também está provado, sem chance de contestação (estou desafiando todo mundo a contestar), que a famosa e satânica besta do Apocalipse é todo e qualquer “papa” por serem eles o 8º rei (besta), pela própria definição de Ap. 17:11. Alguém poderia argumentar: por que o 8º império está junto do 7º império? Não poderia estar junto dos outros seis, ou de algum deles? Resposta: por força do próprio nome do 7º império mundial que é o famoso Sacro Império Romano-Germânico. A existência da palavra Sacro define como sendo mistura de poder secular (civil, militar, social, político e econômico) com poder religioso (sagrado). Ou seja: dois impérios, distintos entre si, sendo comandados ao mesmo tempo (cumulativamente), por apenas 1 (um) homem de cada vez. Eu sempre procuro “matar a cobra e mostrar o pau”.

    Para os relutantes que ainda duvidam que os “papas” sejam cumulativamente os 7º e 8º reis é bom lembrar de sites da Internet de cultura geral como Wikipédia afirmando que, através da tiara, a tríplice coroa (três andares) que aparece nas fotografias e estampas dos próprios brasões dos “papas” (ver pela Internet), eles se julgam como sendo: 1) “Pai dos Reis”, “Regente do Mundo”, e “Vigário de Cristo”; 2) “Sacerdote”, “Rei”, e “Mestre”. A origem da coroa de três andares possivelmente se deva exatamente ao fato de o “papado” ser o 11º chifre do 4º animal, descrito em Daniel, nascido em decorrência da derrota de três chifres (povos bárbaros): hérulos, ortrogodos e lombardos, sendo seus territórios doados por Carlos Magno à falsa “Igreja”, nascendo o 7º rei (império mundial) político e o 8º rei espiritual, apocalíptico (ler no meu livro). Inicialmente a tríplice coroa era de ferro. Depois passou a ser de ouro (ou prata) enfeitada com cristais, e atualmente os “papas” a dispensaram para não se dununciarem como sendo as bestas do Apocalipse.

    Acredito que foi exatamente naquela época de máxima arrogância dos “papas”, quando tinham o mundo inteiro aos seus pés durante o 7º império (rei), o Sacro Império Romano-Germânico, que os “papas” criaram para si o título de enorme blasfêmia LATINVS REX SACERDOS (no latim não existe U nem J, portanto, sempre que aparecer palavra latina com U, como em “currículum”, tal palavra já foi falsificada, transliterada em português) que quer dizer: “Rei e Sacerdote Latino” e por isto é título de blasfêmia contra Deus e contra Jesus Cristo que são os únicos Reis espirituais do Universo.

    E no mundo civilizado cristão quase todas as pessoas já leram, ou pelo menos ouviram falar, a expressão: “Papa-Rei de Roma” que é outra versão do título de blasfêmia “Rei e Sacerdote Latino”. Isto é uma prova fatal de que os “papas” desempenharam as duas funções cumulativamente (ao mesmo tempo): rei (7º império civil político mundial) e falso sumo sacerdote (8º rei mundial espiritual, a besta do Apocalipse por definição do próprio versículo de Ap. 17:11) no comando da prostituta Babilônia, que é a igreja idólatra, impostora, e apóstata: que se desviou do Evangelho puro de Cristo e dos apóstolos, desde o ano de 431 d.C., no Concílio de Éfeso, quando foi criada (empurrada “güela abaixo”) a satânica “mariolatria” (idolatria de Maria), sendo os maiores opositores mortos naquele ato.

    Porém, extremamente importante é saber que o famoso título de enorme blasfêmia LATINVS REX SACERDOS dá cálculo matemático, nada mais, nada menos, que exatamente 666 (com números romanos, a numeração oficial e mundial na época dos romanos, como prova a Enciclopédia Barsa): L=50, I=1, V=5, X=10, C=100, D=500. Total 666. Sendo 666 o famoso número que identifica a besta do Apocalipse 13:18.

    Para cumprimento de Ap. 13:1 e 17:3 os “papas” têm exatamente na sua cabeça, ou seja, na própria coroa de três andares os títulos de blasfêmia: “DVX CLERI”, “VICARIVS FILII DEI” e “VICARIVS GENERALIS DEI IN TERRIS” que todos dão 666. E os “papas” ainda têm outros títulos de blasfêmia que dão 666. Deus é fiel! Ele sempre cumpre com a Sua Palavra (a Bíblia)! As profecias da Bíblia sempre se cumprem, e ainda se cumprem literalmente (não alegoricamente), “ao pé da letra”! PODE HAVER MAIOR CREDIBILIDADE E VERACIDADE DA BÍBLIA QUE ESTA? Que o Triúno Deus: Deus Pai, Deus Filho (Jesus Cristo, Palavra, Verbo) e o Deus Espírito Santo (Consolador) sejam louvados. Aleluia! Glória ao Triúno Deus!

    Porém o 8º rei, a satânica besta apocalíptica, o império espiritual, religioso, maligno, no comando da prostituta Babilônia, ele somente recebeu uma ferida mortal no dia 15/02/1798, cuja ferida foi curada no dia 11 de fevereiro de 1929 quando, pelo acordo do Tratado de Latrão entre Benito Mussolini e o “papa” Pio XI, foi criado o Estado do Vaticano dentro da cidade de Roma, tornando o “papa” como um rei soberano com poderes civis, políticos e econômicos que tinha na época do 7º império. Portanto, o 8º rei voltou com força total e a ferida totalmente curada. Eu sempre procuro “matar a cobra e mostrar o pau”.

    Hoje os presidentes de países estão se ajoelhando em frente da besta apocalíptica, isto é, adorando-a, blasfemando contra o Triúno Deus. E até líderes de igrejas protestantes e evangélicas, que perderam a vergonha, a moral, a coragem, a fé e o temor de Deus, são cúmplices, bajulando a besta e a Babilônia apocalípticas, e jogando o livro de Apocalipse no descrédito.

    É exatamente esse 8º rei, a atual besta apocalíptica do mar no comando da meretriz Babilônia que, com grande probabilidade, somente terá fim no ano de 2.034. O caro leitor já deve estar também convencido de que a contagem dos 1.260 anos provavelmente começou no ano de 774 d.C. quando “nasceu” o 8º rei, a besta apocalíptica como sendo a besta do mar (nações dos gentios) na modalidade que emergiu do abismo, pois na realidade bestas apocalípticas já existiram desde o imperador romano Domiciano em 81 d.C. e que foi a besta que “era”. Por tal idéia a futura besta da terra (Terra Santa Israel) será um “papa” de qualquer nacionalidade porém de descendência de judeus, para ser aceito por eles como o Messias prometido, que também será o Anticristo. E reinará após 2034. Tabém como 8º rei apocalíptico e como 11º corno do 4º animal.

    Muitas pessoas me questionam que somente Deus sabe datas dos eventos futuros. Concordo parcialmente com tais pessoas, quando se tratar de datas como: Arrebatamento da Igreja de Cristo (1ª volta de Cristo só até os ares para levar a “Noiva do Cordeiro”), Batalha do Armagedom (2ª volta de Cristo, no Monte das Oliveiras) e início do Milênio. Pois o próprio Deus Filho disse que somente Deus Pai sabe tais datas. Já no tocante à época provável do fim da atual besta do mar a própria Bíblia nos manda fazer cálculos, dando a pista que ela iria continuar (única versão bíblica correta) por 42 meses (Apoc. 13:5) igual a 1.260 dias. Como em alguns versículos da Bíblia diz que um dia para Deus pode ser igual a um ano para nós serão 1.260 anos, com início provável em 774 d.C. quando “nasceu” o 8º rei.

    (…)

    PELO AMOR DE DEUS!!! CANSEI!!!
    O CARA ESCREVE DEMAIS, FAZ TANTO ARRODEIO E NÃO CONCLUI…!!!
    SE VOCÊ DESEJAR LER TODO O JORNAL, É SÓ CLICAR NO LINK, ABAIXO:
    http://laurohenchen.blogspot.com/2010/04/o-oitavo-rei-do-apocalipse-besta.html

    ********************
    Fim!

12/01/2011 Posted by | ESCATOLOGIA BÍBLICA | , , , , | 11 Comentários

A INTERPRETAÇÃO BÍBLICA DO NÚMERO 666 (TRADUZIDO)

***************************
OS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA NUNCA SE DÃO POR CONVENCIDOS DE QUE O PAPA NÃO É O ANTI-CRISTO E A IGREJA CATÓLICA NÃO É A GRANDE BABILÔNIA DO APOCALIPSE, E CRIARAM MAS ESTE ESTUDO QUE REPASSO AQUI. 

PORÉM, ACHEI INTERESSANTE ESTE ESTUDO SOBRE O NÚMERO DA BESTA, 666, E O ANTI-CRISTO. É TOTALMENTE DIFERENTE DOS QUE EU JÁ LI E DIFERENTE DAS MINHAS PRÓPRIAS CONVICÇÕES. COMO O TEXTO É BASTANTE EXTENSO, TRADUZI APENAS AS PARTES QUE ACHEI MAIS IMPORTANTES. A TRADUÇÃO NÃO ESTÁ 100% CORRETA.

USE O “GOOGLE TRADUTOR” PARA TRADUZIR TODO O TEXTO. 

SERÁ MAIS UM NOVO ASSUNTO PARA ESPECULAR? OU MERECE NOSSA ATENÇÃO? LEIA E REFLITA.

SE O PAPA É O ANTI-CRISTO E A ICAR A GRANDE BABILÔNIA, ENTÃO OS PROTESTANTES ESTÃO TODOS LASCADOS, POIS SÃO FILHOS DA ICAR, POIS DE LÁ SAIRAM E ADOTARAM ALGUMAS DOUTRINAS, COMO A TRINDADE, E ELEVARAM JESUS CRISTO À CATEGORIA DE DEUS. O “JESUS CRISTO” QUE A ICAR PROCLAMA AO MUNDO É O MESMO JESUS DOS PROTESTANTES. FORAM OS PADRES CATÓLICOS QUE ORGANIZARAM O NOVO TESTAMENTO E TROUXERAM ATÉ NÓS.

FORA ISSO, SÓ RESTA VOLTAR OS NOSSOS OLHOS PARA OS JUDEUS. ELES SÃO O POVO ESCOLHIDO, OS PORTADORES DAS PROMESSAS DE DEUS. PARA OS JUDEUS, O MESSIAS PROMETIDO SERIA (OU SERÁ) UM HUMANO DESCENDENTE DA LINHAGEM DO REI DAVI, UM MORTAL, E NÃO UM SER HÍBRIDO, METADE HOMEM METADE DEUS.

TIRA-TEIMA (SERÁ QUE É TÃO DIFÍCIL COMPREENDER?):

A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA (ICAR) NÃO PODE SER A GRANDE BABILÔNIA DO APOCALIPSE E NEM O PAPA PODE SER CONSIDERADO A BESTA OU O ANTI-CRISTO, PORQUE, SE FOREM TUDO ISSO, O JESUS CRISTO QUE ELES ANUNCIAM AO MUNDO É FALSO; CONSEQUENTEMENTE, O JESUS CRISTO DOS PROTESTANTES (EVANGÉLICOS) TAMBÉM É FALSO, POIS FORAM OS PADRES CATÓLICOS QUE ORGANIZARAM OS LIVROS DO NOVO TESTAMENTO E CRIARAM A DOUTRINA DA TRINDADE, QUE ELEVOU JESUS À CATEGORIA DE DEUS.

RESUMINDO, SE A ICAR É A IGREJA DO ANTI-CRISTO, O JESUS CRISTO QUE ELES ANUNCIAM É FALSO, E FALSO É O JESUS DOS PROTESTANTES, POIS FOI DELA QUE ELES SAIRAM. A BÍBLIA DA ICAR (NOVO TESTAMENTO) É A MESMA QUE OS PROTESTANTES USAM.

É UM PARADOXO CONCEBER-SE QUE A ICAR, SENDO UMA IGREJA A SERVIÇO DO DIABO, POSSA ESTAR ANUNCIANDO AO MUNDO UM JESUS (MESSIAS) VERDADEIRO. SE A ICAR É UMA IGREJA FALSA, LOGO, JESUS CRISTO TAMBÉM É FALSO. QUE OUTRO JESUS (OU MESSIAS) EXISTE NO MUNDO ALÉM DESTE QUE É PREGADO PELA ICAR E PELOS PROTESTANTES?

LOGO, SE A ICAR NÃO É A GRANDE BABILÔNIA E O PAPA NÃO É A BESTA, O QUE É E O QUE REPRESENTA A IGREJA CATÓLICA?

NÃO SEI QUE TROÇO EXISTE NA CABEÇA DESSES ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. SE ELES CONDENAM A ICAR, ELES ESTÃO SE AUTO-CONDENANDO, TAMBÉM, POIS O JESUS DA ICAR É O MESMO JESUS QUE ELES ACREDITAM.
***************************

FONTE: SITE 666 BEAST

A interpretação bíblica do número 666

Aqueles que estão em poder sobre a riqueza do mundo e da política, se posicionou para derrubar o mundo, e precipitar a crise na hora certa trazendo cada pessoa no mundo a seus joelhos, então o Anticristo virá. Ele será para o mundo “o salvador”. Deus também estará trazendo coisas nesta terra, Ele irá enviar as últimas chuvas, e reavivar Seu povo, e, em seguida, as trombetas, selos e pragas virão.

A decisão é, então, nossa como a que vamos crer e adorar. Este site é escrito para que você possa identificar esse enganador quando ele vier.

Apocalipse 13:18
“Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis (666)”.

O padrão de revelação é óbvia, uma vez que é observada. Há paralelo preciso padrões ao longo do livro. Estes links quiástica repetir as mesmas palavras, ou dizer o mesmo as coisas. E, entre estas palavras comuns ou significados, são outros elementos que se combinam para formar uma profecia completa.

Isto é encontrado em Apocalipse 13 e 17, os versos de cada capítulo fazer um paralelo, que combina todas as os elementos, em que ambas as metades contribuir não elementos separados encontrada na outra metade que fazem a profecia competir, e isso combinado quiástica vinculação, prevê um modelo que corresponde ao que é encontrada na história.
O link para o quiástica número 666 encontrados em Apocalipse 13:18 é “Sabedoria” e é encontrado em Apocalipse 17:9 e 10. Estes versículos combinados, explicar este número.  

A interpretação bíblica do número 666.

A única interpretação da profecia do número 666, que tem seu próprio “Certificado de Autenticidade”.

Salvo disposição em contrário, todas as Escrituras são tomadas a partir da Versão King James Autorizada.

Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre o número 666

“Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis” (Apocalipse 13:18).

“E aqui é a mente que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais se assenta a mulher” (Apocalipse 17:09).

“E são também sete reis: cinco já caíram, e um é e o outro ainda não chegou, e quando ele vier, deve permanecer pouco tempo” (Apocalipse 17:10).

“E a besta que era e não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição” (Apocalipse 17:11).

1
A Premissa

Os números que segue os nomes dos papas são os números contabilizados, que produzem a soma de 666.

Para determinar isso, pode-se simplesmente analisar os dados históricos para a prova. Qualquer lista oficial dos papas renderia um banco de dados de seus números.

Desde o tempo do fim da besta está no tempo do fim da oitava cabeça que chega após sete cabeças, então pode começar a contagem no primeiro dos últimos sete cabeças. Em seguida, esta lista pode ser colocado em paralelo com a profecia eo alinhamento é verificado e acompanhado. Quando é demonstrado para corresponder em cada faceta da história e da profecia, então você saberá que você encontrou o cumprimento correto.

Esta pesquisa demonstra esta partida direta, simples e precisa.

Os últimos sete cabeças foram Pio, Leão, Gregório, Bento XVI, João Paulo e João Paulo. A contagem de estar na ordem do primeiro para o sétimo. O actual Papa Bento XVI é numerado o quarto da série.
Os sete nomes diferentes que foram usadas pelos papas desde 1798, são as sete cabeças da besta. A montanha é a linha de papas que todos têm o mesmo nome, diferenciadas por um número, um Papa, o Papa 2, 3 Papa, etc São estes números que são derivados de papas, que são utilizados na contagem do número da besta.

A contagem efectiva destas sete cabeças eo oitavo que se segue, deve, então, igual a uma soma de 666. O único que entra perdição, então, é aquele que completa a contagem. Os dados históricos demonstram que a série dos últimos sete cabeças rendimentos papal a soma total de 665.

Seria então mantêm-se a parte restante não cumpridas desta profecia é o oitavo que segue a sete. Seu nome deve ser um nome novo, que gera um número de apenas um. O Anticristo vir, Satanás, deseja que a honra, e adoração que só pertence a Deus, ser direcionado para si mesmo, “Eu serei semelhante ao Altíssimo …” é seu desejo. A tradição que os papas seguir na escolha de seu novo nome, é dar a honra de outro. Este Satanás não pode fazer e cumprir o seu desejo de que todo o culto ser dirigido a si próprio. Ele terá um nome que os papas nunca usei.

Assim, a conclusão de que aquele que toma o lugar de Bento XVI, irá levar a sua própria, ou um novo nome, como aquele que iria assumir a identidade de Cristo. Será ele que é o Anticristo e do “Homem do Pecado”, revelou.

(……)

Os erros no registro do Papa

Se o registro papal continha nenhum erro, podemos usar apenas os números que aparecem após o seu nome. Os erros no registro do Papa são, portanto, corrigidos para que eles realmente são, sem erros. A contagem é, portanto, corrigidos para refletir o número de papas legítimos dentro de cada montanha. Como não houve XX João, e João Bento X e XVI foi deposto, o número de papas legítimos chamado João e Bento são corrigidos para 2001 e catorze, respectivamente. Todos os outros papas das sete montanhas são legítimas e seus números são contadas diretamente. Se o Vaticano iria corrigir os erros na numeração dos papas para eliminar as lacunas na lista oficial papal, em seguida, a contagem seria exatamente como é mostrado nesta pesquisa, e não haveria qualquer necessidade de explicar os erros do números papal e qualquer um poderia facilmente produzir esta mesma contagem exata si. Os números papal são assim corrigidos para refletir sua respectiva contagem como se nenhum erro foi feito. Antipapas não são contadas, nem seus números afetam a contagem de qualquer forma. Se o seu número tem sido ignorado, então o seu número é aplicada ao próximo papa legítimo. O registro oficial papal não foi capaz de manter esta regra em todas as instâncias e, portanto, eles introduziram erro no registro. Esses erros são corrigidos para eliminar os erros na contagem.

Não há XX John em qualquer registro papal. John XVI (997-999) e Bento X (1058-1059) foi deposto, então o número “real” é reduzida na mesma proporção. Isso corrige a contagem para o verdadeiro número que foi feito, naturalmente, com o seguinte antipapas que não conste do registro: Bento XIII (1394-1423), Gregório VIII (1118-1121) e João XXIII (1410-1415) foi deposto e sua contagem continua com o verdadeiro Bento XIII (1724-1730), Gregório VIII (1187) e João XXIII (1958-1963). Gregory (1012) e John (844) foram depostos e nem sequer foram contados, pois a contagem não foi afetada por elas.

Uma explicação é dada sobre a discrepância nos números atribuídos ao nome João, “Deve ser observado que não há XX John no catálogo Isto é devido ao fato de que, no« Liber Pontificalis “, duas datas são dadas. em conexão com a vida de João XIV (983). Esta confusão introduzida em alguns dos catálogos papal, e um papa separado foi atribuído a cada uma dessas datas. Assim, três papas chamado John foram feitas para aparecer entre Bento e Gregório VII V. O erro levou o papa do século 13 que deveria ter sido chamado John XX estilo próprio João XXI. ” (Duchesne, “Lib. Pont.” 2:17). Uma vez que este erro nunca foi corrigido e, portanto, existia no registro, a contagem seria igualmente afectadas e, portanto, a contagem correta natural do número de cada nome são os números da contagem da profecia.

Papa Bento IX subiu ao papado três vezes e foi deposto como um antipapa duas vezes. Apesar de sua vida vil e de ter sido deposto, que se aposentou do papado como um legítimo papa e diz-se de que ele morreu arrependido.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 = 78

Tabela 1

A tabela a seguir, mostra a contagem numérica dos números dos sete nomes, que, quando somados com o nome da nova oitava final, faz com que o total de 666.

.
Contagem Total Nome:

1. Pio 78
2. Leo 91
3. Gregory 136
4. Bento 105
5. João 231
6. Paulo 21
7. João Paulo 3
8. Novo nome 1 = 666

Cabeça Nome………………. Número ………………… Contagem

1 Pio XII ………………………..( 12 )………………………….. 78
2 Leão XIII …………………….( 13 )………………………….. 91
3 Gregório XVI ……………….( 16 )………………………… 136
4 Benedito XIV ……………….( 14 )………………………… 105
5 João XXI ……………………..( 21 )………………………… 231
6 Paulo VI ……………………….( 6 )………………………….. 21
7 João Paulo II ………………..( 2 )…………………………… 3
Antipapa ……………………..Bento XVI…………………….. 0
8 Anticristo ……………..Novo Nome.. (1 )………………… 1
Total …………………………………………………………….. 666

Bento XVI, porque seu nome tem sido usado por outros papas e é um nome que foi declarado “caído”, é um antipapa. Apesar de seu estado atual é a de um papa legítimo, esta profecia indica seu status final como um antipapa. Entramos em um período interino de espera de um determinado período de tempo. Ele “retém”, até que ele é “levado para fora do caminho” (2 Ts. 02:06, 7), em seguida, o iníquo será revelado. Enquanto o antipapa Bento XVI permanece no cargo, o Anticristo é retida, pois é o escritório que ele afirma que o Anticristo deve ter. Assim, quando o Anticristo chegar, Bento XVI será removido.

(……)

Capítulo 7

A Sabedoria da Matemática

Em Apocalipse 13:18, o número 666 é dado. No versículo que está ligada a, Apocalipse 17:9 e 10, esse mesmo número é obtido a partir da contagem dos números dos nomes das sete montanhas mais a oitava final. Os elementos que definem este esboço da Besta e seus sete cabeças estão localizados nestes dois versículos relacionados. “Sabedoria” é a palavra chave quiástica em ambos os versículos. Não são mostrados aqui onze fatores que estão delimitando com precisão todos os integrados para produzir a contagem exata do número 666.

Onze Fatores Delimitação na Profecia do número 666

1. O número é composto de oito números: “a oitava”

1 2 3 4 5 6 7 8
Leo Pio João Bento Gregory Anticristo João Paulo Paulo
12 13 16 14 21 6 2 1
78 91 136 105 231 21 3 1 = 666

2. Cada um dos sete números são compostos de números triangulares: “contar”

1) 1 = 1
2) 1 2 = 3
3) 1 2 3 = 6
4) 1 2 3 4 = 10
5) 1 2 3 4 5 = 15
6) 1 2 3 4 5 6 = 21
7) 1 2 3 4 5 6 7 = 28
8] 1 2 3 4 5 6 7 8 = 36
9) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 = 45
10) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 = 55
11) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 = 66
12) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 = 78
13) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 = 91
14) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 = 105
15) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 = 120
16) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 = 136
17) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 = 153
18) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 = 171
19) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 = 190
20) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 = 210
21) 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 = 231

4. Os cinco primeiros números são todos os terminais antes do sexto chega: “caído” As contagens de 78, 91, 136, 105 e 231 não pode aumentar mais, eles são os números dos cinco primeiros, que já caiu. Uma alteração em qualquer um desses teria alterado a contagem ea soma total de 666 seria inatingível.

5. O sétimo também deve ser composto de dois números e é o mínimo que poderia ser e ainda ser um número triangular: “um monte”, e cumprir correctamente a sua identidade como também ser uma montanha, “sete cabeças são sete montes.” Deixa o total acumulado na contagem precisa de 665, deixando apenas um para ser cumprido pelo oitavo vinda. A partir da sexta, a contagem ficou em 662, acrescentando o menor número triangular 3, define o total de 665 com apenas 1 esquerda.

6. O oitavo é um “um” único que é necessário fazer
identificar a identificação do homem cujo número é 666 “;. um homem” A oitava não é incluído na lista dos outros sete cabeças, que também são definidos como montanhas. A oitava não recebe a designação de também ser uma montanha, mas é seqüencialmente alinhados com os sete a mostrar que é de natureza semelhante, como os sete, dizendo que “dos sete”.

7. Os elementos que definem este esboço profético estão localizados
no verso que é chiastically ligados no livro do Apocalipse com o verso em que o número 666 é dado. “Sabedoria”. Sabedoria é a palavra chave quiástica em ambos os versículos. Isso inclui a demonstração de que todos os elementos da profecia e do recorde histórico são combinados com precisão e integrado para produzir a contagem exata que especifica. História fez esse caminho traçado muito mais fácil, porque nenhum dos elementos da história precisa de explicações adicionais ou ajustes compensatórios para torná-los parecem corresponder, pois eles já alinhar naturalmente e facilmente.

8. A soma combinada produz a contagem exata total de 666;
“Seu número é 666.” Todos os números combinados são contados.

9. O sétimo não poderia ter chegado antes do sexto, “não
ainda não chegou. “A contribuição para a contagem do número sétima todos devem ser derivados de sua origem após a passagem do sexto.

10. A sétima deve ser curto em relação aos outros seis;
“Curto”. O total acumulado do mandato da montanha de João Paulo foi de 26 anos e meio. A posse do próximo menor é a de Paulo, cujos seis papas realizado o papado durante 67 anos. contagem de João Paulo II de 3 reflete esse curto prazo papal, quando comparado com os termos das outras seis montanhas.

11. Este número é aplicada tanto a besta do todo e ao
“Um” homem, o “número da besta é o número de um homem.” Todos esses fatores que já estão preenchidas exigem que cumpra o seu cumprimento final do último homem e oitava cabeça da besta.

O mais perto que essa contagem chegou ao fim, mais preciso e identificar se tornou o que exige que tudo terminará na contagem precisa. Não há mais espaço para alguma variabilidade. Se tivesse havido apenas mais um papa chamado João em qualquer lugar na história, então a sexta montanha já teriam ultrapassado a contagem. Mas a história trouxe isso para contar um pontinho, que é tudo o que resta para completar na próxima transição papal.

Todos estes fatores convergiram para criar um alinhamento preciso na matemática, que poderia ter sido alterado por uma ligeira alteração em qualquer parte do registro histórico. História deixa apenas um único que resta a ser cumprida.

(……)

Erros de Interpretação Ex: Falsificações de Satanás

A maioria não está consciente de que suas crenças a respeito desta profecia não são bíblicas. Há uma linha rastreável de verdade através de profecias que é comummente aceite e conhecido. Há muitas falsas interpretações que são perpetrados pôr em causa a essa verdade. Estas falsas interpretações falta um elemento crítico, eles não demonstram a continuidade. Há uma linha reta da verdade, que mantém a continuidade e é demonstrada pelas Escrituras e apoiada pela história. Essa interpretação da contagem do número 666 segue precisamente esta mesma linha da verdade.

É importante saber onde estamos neste espaço de tempo da profecia se estamos a afirmar que é a verdade presente. Para corretamente dividir esta linha, temos de saber que as profecias foram cumpridas e que ainda está para ser cumprida. Entretanto, algumas dessas verdades não são possíveis de ser discernida até o tempo determinado por eles.

O que tenho apresentado aqui não é uma informação nova ou nova profecia. Sempre foi escrito lá nas Escrituras e por muitos anos registradas na história. Examine o registro da história recente, e veja por si mesmo que é um paralelo exato da profecia.

Outras interpretações das Sete Cabeças

Como preteristas ter definido, eles são os imperadores romanos;

1. Augustus
2. Tibério
3. Calígula
4. Claudius
5. Nero
6. Domiciano
7. Anticristo
8 (faltam nesta interpretação)

O problema com esta interpretação é que ela deve ignorar outros 5 imperadores válido após Nero;

6. Galba
7. Otho
8. Vitélio
9. Vespatian
10. Titus

Será que alguém aqui nota que o Nero é listado como número cinco e não o oitavo, a fim de ser o que é contado como o homem 666? No entanto, alguns contam as letras do seu nome para torná-lo o Anticristo. Outra observação é que o Anticristo é listada como a sétima vez do oitavo, e eles não têm oitava cabeça como a Escritura diz.

Em outro comentário desses sete cabeças, também chamados de montanhas são definidos como os sete grandes reinos mundiais;

1 Babilônia,
2 Pérsia,
3 Grecia,
4 Roma pagã,
5 Roma papal,
6 republicanismo ou a Democracia,
7 Confederação O Último Grande do mal.
8 (faltam nesta interpretação)

Outra listas comentário;

1 Egito
2 Assíria
3 Babilônia
4 Pérsia
5 Grecia
6 Roma
7 Anticristo
8 (faltam nesta interpretação)

(……)

O testemunho da história e do Testemunho da Profecia

A história fornece o testemunho da profecia cumprida. A besta do Apocalipse 13 tem sete cabeças e dez chifres, e até às 13:10 Apocalipse, fala da besta durante a 1.260 anos de seu domínio. No versículo 10, como a besta recebe o seu ferimento na cabeça, deixa fora em 1798, introduz, então, outra besta e detalhes destes eventos desde a sua concepção até o fim, e termina com o número 666. O link nos deixou na Bíblia é “Sabedoria”. Para seguir este link quiástica nos atrai para o verso, Apocalipse 17:09. Nesse versículo, “Sabedoria” aponta para as sete cabeças da besta. O papado é a besta, e suas cabeças são papais.

O versículo 10 de Apocalipse 13 nos deixa fora em 1798, e é aí que vemos também marcando o ferimento de um dos chefes. Pio VI é um dos cabeças da besta papal.

Apocalipse 17:9 então continua a dizer que as cabeças são montanhas. A história mostra que houve 12 papas Pio chamado, e 6 deles foram papas depois de 1798. Esta cabeça de feridos (Pio VI, 1798) também seriam curados (Pio XI, 1929). Pio mostra que uma das cabeças parece e foi o que foi ferido e curado, e que aparece como uma montanha e onde os números são encontrados.

Cada papa nos mostra um número. Refletindo a Apocalipse 13:18, há números que são contadas, que produz a soma de 666. A contagem de todos os sete as montanhas eo final “oitava” produz a soma total de 666.
“Embora a tradição católica respeita São Pedro como o primeiro Bispo de Roma e, portanto, como o primeiro papa, não há nenhuma evidência de que Pedro esteve envolvido no estabelecimento inicial da comunidade cristã em Roma … ou que serviu como primeiro bispo de Roma . Até o pontificado de São Pio I, em meados do século II (140-155) que a igreja romana tem um bispo, como líder pastoral … ” (Richard McBrien, Vidas dos Papas, p. 25).
A história mostra que as sete montanhas papal confirmam esses números na contagem cumulativa da besta papal de sete cabeças. O primeiro número na lista a seguir é o número do seu pontificado, seguido do nome do papa, e então os anos que serviu eo último número é o total acumulado transitar para o tempo presente. Antipapas são inseridos na lista no momento em que estavam no escritório.

As Testemunhas da História

10. Pio I (140-155 )……………………………………………. 1
45. Leão I (440-461 )…………………………………………. 2
53. João I (523-526 )…………………………………………. 3
56. João II (533-535 )……………………………………….. 5
61. João III (561-574 )………………………………………. 8
62. Bento I (575-579 )……………………………………….. 9
64. Gregório I (590-604 )………………………………….. 10
72. D. João IV (640-642 )………………………………….. 14
80. Leo II (682-683 )………………………………………… 16
81. Bento II (684-685 )……………………………………… 18
82. João V (685-686 )……………………………………….. 23
85. João VI (701-705 )…………………………………….. 29
86. João VII (705-707 )…………………………………… 36
89. Gregório II (715-731 )…………………………………  38
90. III Gregório (731-741 )……………………………….. 41
93. Paulo I (757-767 )……………………………………… 42
96. Leão III (795-816 )…………………………………….. 45
101. Gregório IV (827-844 )……………………………… 49
antipapa João (844 )……………. 0 ………………………. 49
103. Leão IV (847-855 )…………………………………… 53
104. Bento III (855-858 )…………………………………. 56
107. João VIII (872-882 )………………………………… 64
116. João IX (898-900 )……………………………………. 73
117. Bento IV (900-903 )…………………………………. 77
118. Leão V (903 )……………………………………………. 82
122. João X (914-928 )……………………………………… 92
123. VI Leo ()……………………………………… 928 …… 98
125. João XI (931-935 )………………………………….. 109
126. VII Leo (936-939 )………………………………….. 116
130. João XII (955-964 )………………………………… 128
131. VIII Leo (963-965 )…………………………………. 136
132. Bento V (964-966 )………………………………….. 141
133. João XIII (965-972 )……………………………….. 154
134. Bento VI (973-974 )……………………………….. 160
135. VII Benedict (974-983 )…………………………… 167
136. João XIV (983-984 )………………………………… 181
137. João XV (985-996 )…………………………………. 196
138. Gregório V (996-999 )……………………………… 201
antipapa João XVI (997-99 )….. 0 ……………………. 201
140. João XVII [16] (1003 )…………………………….. 217
141. João XVIII [17] (1004-1009 )…………………… 234
143. Bento VIII (1012-1024 )…………………………… 242
antipapa Gregório (1012 )…………… 0 ……………….. 242
144. XIX John [18] (1024-1032 )………………………. 260
145. Bento IX (1032-1044 )……… 0 deposto ………. 260
147. Bento IX (1045 )………………… 0 * (veja a página?)
148. Gregório VI (1045-1046 )…………………………. 266
150. Bento IX (1047-1048 )*……….. 9 ………………. 275
152. Leão IX (1049-1054 )……………………………….. 284
antipapa Bento X (1058-1059 )…….. 0 ………………. 284
157. Gregório VII (1073-1085 )……………………….. 291
Antipapa Gregório VII (1118-1121 )……. 0 …………. 291
173. Gregório VIII (1187 )……………………………….. 299
178. Gregório IX (1227-1241 )………………………….. 308
184. Gregório X (1272-1276 )…………………………… 318
187. XXI John [19] (1276-1277 )………………………. 337
194. Bento XI [10] (1303-1304 )……………………….. 347
196. João XXII [20] (1316-1334 )……………………… 367
197. Bento XII [11] (1335-1342 )………………………. 378
201. Gregório XI (1371-1378 )………………………….. 389
205. Gregório XII (1406-1415 )………………………… 401
antipapa Bento XIII (1394-1423 )…. 0 ………………. 401
antipapa João XXIII (1410-1415 )…….. 0 …………… 401
210. Pio II (1458-1464 )………………………………….. 403
211. Paulo II (1464-1471 )……………………………….. 405
215. Pio III (1503 )……………………………………… … 408
217. Leão X (1513-1521 )…………………………………. 418
220. Paulo III (1534-1549 )……………………………… 421
223. Paulo IV (1555-1559 )……………………………… 425
224. Pio IV (1560-1565 )…………………………………. 429
225. Pio V (1566-1572 )………………………………….. 434
226. Gregório XIII (1572-1585 )………………………. 447
229. Gregório XIV (1590-1591 )……………………….. 461
232. Leão XI (1605 )………………………………………. 472
233. Paulo V (1605-1621 )………………………………. 477
234. Gregório XV (1621-1623 )………………………… 492
245. Bento XIII [12] (1724-1730 )……………………. 504
247. Bento XIV [13] (1740-1758 )…………………….. 517
250. Pio VI (1775-1799 )………………………………… 523
251. Pio VII (1800-1823 )……………………………….. 530
252. Leão XII (1823-1829 )……………………………… 542
253. Pio VIII (1829-1830 )………………………………. 550
254. Gregório XVI (1831-1846 )……………………….. 566
255. Pio IX (1846-1878 )…………………………………. 575
256. Leão XIII (1878-1903 )……………………………. 588
257. Pio X (1903-1914 )………………………………….. 598
258. Bento XV [14] (1914-1922 )………………………. 612
259. Pio XI (1922-1939 )…………………………………. 623
260. Pio XII (1939-1958 )……………………………….. 635
261. João XXIII [21] (1959-1963 )…………………….. 656
262. Paulo VI (1963-1978). “É um “……………………. 662
263. João Paulo I (1978) “não entraram ainda “…… 663
264. João Paulo II (1978-1905) “curto espaço “…… 665
antipapa Bento XVI (2005 -?)………………… 0 …….. 665
O Homem Anticristo, Besta, Oitava …………………… 666

A história dá testemunho nesta lista, que o número 666 é contado a partir da própria fonte que a profecia indica. É uma peça muito real e tangível de provas.

Para aqueles que defendem que o número 666 tem apenas um significado simbólico, eu pergunto: “Por que você nega muito real e tangível evidência histórica, se ele está lá, no lugar da noção de que o número 666 deve ser simbólica?” Novamente, para aqueles que defendem que o número 666 tem apenas um significado simbólico, eu pergunto: “Como você se propõe a mostrar o significado da palavra contar» no profecia, se ela é ‘simbólico’? “

E para aqueles que persistem em acreditar na teoria do título papal Vicarius Filii Dei, e sentir que se é refutada, seria de alguma forma deixar o papado fora do gancho; longe disso. Esta interpretação refuta a teoria título papal como falsa, e substitui-lo com uma interpretação muito melhor do que implica o papado de tal forma que não se pode negar, e todo mundo tem acesso aos dados que não podem ser alterados ou excluídos ou refutadas e é identificar preciso na identificação da besta 666 e 666 homens, que, no momento do homem 666, é o mesmo tempo que o animal atinge a contagem de 666. Ele demonstra uma convergência no final quando o Anticristo vem. Desde o momento em que o domínio do papado foi quebrado em 1798, o mundo experimentou uma sensação de paz relativa. Isso está prestes a mudar.

A “paz e segurança” campanha do Anticristo enganarão a muitos. Seguem-se a destruição repentina. Haverá um campo que não serão enganados pelo Anticristo, e haverá aqueles que o viram apontados e expostos pela profecia e todas as suas “boas” obras não vão dissuadi-los. A divisão entre o céu eo inferno será o mais estreito na época. Aqueles que acreditam que as profecias, receber a amarga experiência de falar e “profetizar novamente” correndo o risco de suas vidas, sabendo que alguns dos seus ouvintes vão reagir e tomar a sua tocha da verdade quando eles saem fora. Preferindo deixar que os mortos enterrem seus mortos e não tomar o tempo para lamentar, mesmo os seus amigos, eles vêem outra oportunidade que estava à sua frente para arrebatar mais almas dos enganos de Satanás. Esta mensagem sobre a contagem de 666 que identifica o anticristo com uma precisão cirúrgica será pregado em todo o mundo por milhares de vozes. Somado a isso, será a apresentação de provas suplementares profecias ainda mais que se têm desenrolado durante esta regra temporária do Anticristo.
As pessoas vão desistir de suas vidas ao invés de esconder a verdade do povo.

Como a perseguição começa após o verdadeiro povo de Deus, o Anticristo, as pessoas do mundo será capaz de ver a verdadeira natureza da besta. Certamente não será a seguir os ensinamentos de Jesus, que fez a chamada para o povo: “Vinde a mim …” como um convite aberto ao Seu Evangelho e para dar ao homem uma decisão livre-arbítrio para aceitá-Lo como seu Salvador.

Os preparativos para a segunda vinda de Cristo não são feitos em um dia. Desde que a Bíblia diz que Ele virá como um ladrão, e entendemos que isso significa que com tal discrição que nos diz repetidamente que ninguém sabe o dia nem a hora, precisamos de estar pronto e estará pronto.

O remédio para o que os procuram, quando eles se importam de saber a verdade, é encontrado na mensagem de Elias e João Batista. Preparai o caminho para a vinda do Senhor. Não há nada a provar após o fato: ou Deus julgou dignos ou não digno. É nessa vida, agora, que estamos a preparar, para tornar a nossa expiação com Deus, para aceitar o dom do Evangelho, e permanecer fiel até o fim. Capituladores são perdedores. Arrependa-se.

A mensagem final de Deus para um mundo agonizante vem dos Três Anjos de Apocalipse 14:6-12. Agora é a hora da sua salvação. Depois de Cristo vem … não há segunda chance.

(……)

“Preparar, preparar, para o que está vindo sobre a Terra. Deixe suas obras correspondem com a sua fé. Vi que a mente deve estar firme em Deus, e que a nossa influência deve dizer a Deus e Sua verdade. Não podemos honrar o Senhor quando somos descuidados e indiferentes … Nós devemos ser a sério para conseguir a salvação de nossa própria alma, e para salvar os outros. Tudo que dar importância a isso, e além de tudo deve vir no secundário ” (Maranatha, pg 97).

**************************

22/09/2010 Posted by | ESCATOLOGIA BÍBLICA, ESTUDOS BÍBLICOS | , , , , | 7 Comentários

A Resposta do Genizah a Edir Macedo [Sobre Aborto]

>>>>>>>>>>>>>>>>>

IURD – Esta, sim, é uma Seita com S maiúsculo que faz parte da Grande Babilônia do Apocalipse! A Grande Meretriz, a mãe das prostituições!

“Ouvi outra voz do céu dizer: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas” (Apoc. 18:4).

FONTE: Genizah Virtual
.

 

Está circulando na internet um vídeo em que o Bispo Edir Macedo declara abertamente ser a favor do aborto. Segundo ele, sua mãe teve 33 filhos, dos quais 16 foram abortados, dez morreram, e apenas 7 sobreviveram, nem por isso ela teria deixado de estar com Deus. Portanto, Edir é sobrevivente de um tipo de roleta russa do aborto. Não sei quais eram os critérios que sua mãe usava para escolher qual filho deveria abortar. E se houvesse sido ele?

Imaginei que o fundador da Universal se pronunciaria favorável ao aborto em casos excepcionais, como numa gravidez fruto de um estupro, ou de um feto sem cérebro. Mas em vez disso, ele demonstrou simpatia por qualquer tipo de aborto, desde que a criança seja considerada um problema para a família.

Na próxima edição do Almanaque Genizah estaremos respondendo ao seu polêmico posicionamento na reestreia do “Cá entre nós…”

A blogosfera cristã vai tremer…!!!

A seguir o vídeo com as declarações infames deste falso profeta e um anúncio veiculado no seu canal RECORD NEWS fazendo apologia ao aborto financiado com o dinheiro dos dízimos dos fiéis.

.
Macedo diz: ABORTAR é preferível a parir um pobre.

RECORD E O ABORTO: Eu decidi matar bebês!


http://www.youtube.com/watch?v=RUTMqCYLSNU&feature=player_embedded

*************************
É ver e chorar por saber que tantos crentes bobos, da nova era, seguem este homem malígno e ainda contribuem com dízimos e ofertas para essa seita anti-cristã chamada de Igreja Universal do Reino de (do Capeta) continuar semeando o mal.

Nós, que não recebemos e nem aceitamos a Marca da Besta, iremos resistir até o fim ou até o final. O reino de Cristo pode tardar, mas ele virá!!! Ora vem Senhor Jesus!!!
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

06/09/2010 Posted by | CRISTIANISMO EM CRISE, NEOPENTECOSTALISMO, PROTESTOS | , , , , | 1 comentário

   

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.